Um dos chefes de facção de SP é assassinado dentro de presídio


Penitenciária 2 de Presidente Venceslau (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
Um dos chefes de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios foi morto na manhã desta terça-feira (5), dentro de uma penitenciária onde cumpria pena. O detento Edilson Borges Nogueira, conhecido como “Birosca”, de 44 anos, foi assassinado a golpe de estilete na Penitenciária Maurício Henrique Guimarães Pereira, a P2, em Presidente Venceslau. Segundo o G1 apurou junto à Polícia Civil, Birosca era ligado ao Primeiro Comando da Capital (PCC) e os dois outros presos indiciados em flagrante pela morte também são suspeitos de pertencer à mesma facção criminosa. A P2 é a unidade para onde são destinados chefes do grupo presos no Estado de São Paulo. Um inquérito policial já foi instaurado para apurar as circunstâncias e a motivação do crime. De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Civil, houve uma discussão entre os três detentos d...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)