Eleições na Itália acirram divisão entre esquerda e fascismo no país


Disputa equilibra-se em um vácuo ideológico sem meio-termo
Reuters
Um senhor italiano, de 85 anos, morador do Brasil, viajava recentemente para Roma ao lado do filho, de 45. Na alfândega, antes de passar pelo detector, os agentes desconfiaram da aparência do homem de meia idade. E não se convernceram com o questionário. Ordenaram que ele entrasse na salinha, para revistas.
O pai, então, interpelou do alto de sua idade avançada. "O que estão fazendo?". Os policiais responderam com dureza, olhando o passaporte do idoso, que deixara a Itália havia anos. "O senhor é um traidor, deixou a Itália".
Eleições na Itália: líderes dizem que não haverá acordo pós-eleição
Irritado, ele respondeu: "Fugi da perseguição do fascismo". Imediatamente o agente olhou feio para o senhor, sentindo-se ofendido com a resposta.
A cena revela muito do que está passando a Itália neste momento, de crise migratória e econômica. O país se prepara para as ...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)