Multidões saem às ruas nos EUA para pedir controles mais restritos para venda de armas


Por Zachary Fagenson e Lacey Johnson
WASHINGTON/PARKLAND (Reuters) - Centenas de milhares de norte-americanos, motivados pelo massacre em uma escola na Flórida no mês passado, marcharam neste sábado em uma onda nacional de atos do movimento March For Our Lives, liderado por estudantes que demandam leis mais duras para a venda de armas.
Portando cartazes com slogans incluindo "Se eles escolherem armas sobre nossos filhos, não votem neles", manifestantes em Washington encheram a Pennsylvania Avenue enquanto estudantes de Parkland, na Flórida, da escola onde 17 pessoas foram mortas, pediam que parlamentares e o presidente Donald Trump confrontassem a questão.
Os protestos gigantescos têm como objetivo quebrar um bloqueio legislativo que há tempos impede as tentativas de aumentar as restrições em vendas de armas de fogo em um país onde atentados como o do dia 14 de fevereiro na Escola Marjory Stoneman Douglas se tornaram assustadoramente comuns.
"...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)