93% dos alunos de pedagogia são mulheres; 52% estudam a distância


Dia das professoras: 93% das matrículas em pedagogia são de mulheres
O perfil de quem vai dar aulas ou atuar na supervisão, coordenação, direção e gestão das escolas brasileiras é predominantemente feminino e majoritariamente pobre. Segundo um levantamento feito a pedido do G1 pelo IDados, empresa especialista em dados de educação, ao ser comparada com as demais carreiras de graduação, a pedagogia se destaca pela prevalência quase total de estudantes mulheres, pela alta porcentagem de matrículas em cursos de educação a distância (EAD) e pela maior incidência de estudantes que vêm de famílias das classes mais pobres do país (veja alguns destaques no vídeo acima). O levantamento cruzou dados de três fontes: o Censo da Educação Superior e os questionários do Enade e da Prova Brasil, respondidos por quem está na faculdade e por quem já dá aulas, respectivamente. Em 2015, segundo o Censo da Educação Superior, 8% de todas as matrículas em...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)