Família revela que advogada falava em divórcio no dia da morte


Família de Tatiane Spitzner descreve uma mulher trabalhadora e feliz (Foto: RPC/Reprodução)
A advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos, que foi encontrada morta após cair do 4º andar de um prédio em Guarapuava, na região central do Paraná, no domingo (22), trabalhava com o pai e também advogado Jorge Spitzner no mesmo escritório na cidade.
"Sinto não poder abraçar e beijar a minha filha de novo. Isso me mata todos os dias, sabe", diz. "Agora eu vou pro meu escritório e não tem mais minha filhinha lá dentro", conta o pai emocionado. A família descreve uma mulher trabalhadora e feliz. "Sempre alegre, sempre vinha com novidade. Ela resolvia tudo", afirma a mãe Dolores Spitzner. O marido da vítima, Luis Felipe Manvailer, de 32 anos, que é biólogo e professor universitário, está preso suspeito de jogar a mulher da sacada do apartamento onde moravam.
Familiares revelam que advogada queria divórcio no dia em que mo...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)