OEA decide não reconhecer legitimidade do governo de Maduro


OEA decidiu não reconhecer novo mandato de Maduro
Miguel Gutiérrez / EFE / 9.1.2019
A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou nesta quinta-feira (10) uma resolução para não reconhecer a legitimidade do governo de Nicolás Maduro a partir de hoje, dia em que ele toma posse para o segundo mandato como presidente da Venezuela, e pediu a realização de novas eleições no país.
Em reunião extraordinária do Conselho Permanente, 19 países aprovaram uma resolução nesse sentido apresentada em conjunto por Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos, Peru e Paraguai. Seis países votaram contra, oito se abstiveram e um não enviou representante para participar do encontro.
A decisão agora será comunicada ao secretário-geral da ONU, António Guterres, de forma "imediata", segundo a OEA.
A delegação venezuelana na OEA, liderada pelo embaixador Samuel Moncada, criticou a realização da reunião, classificando a medida como um...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)