Mortes como a de Maviael Cabral, acertado por uma roda de ônibus, são improváveis de ocorrer


O matemático Domingos Cereja afirmou que a probabilidade da morte do pedreiro Maviael Ferreira Cabral, de 41 anos, só poderia de ser calculada com o conhecimento das seguintes informações: o total da frota de ônibus na região, o horário em que os ônibus andam nas ruas; quantas rodas já se desprenderam e, dessas rodas, quantas já acertaram uma pessoa.
...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)