Trabalhadores do Hugo ameaçam paralisação por salário atrasado


Enfermeiros e técnicos em enfermagem vinculados ao Instituto Haver aguardam prazo dado pelo secretário para repasse à OS
Jornal Opção
Jornal Opção
Foto: divulgaçãoOs trabalhadores do Hospital Estadual de Urgências de Goiânia Valdemiro da Cruz (Hugo) estão mobilizados desde quarta-feira, 9, para cobrar os salários atrasados dos funcionários vinculados à Organização Social Instituto Haver.
Segundo o técnico de enfermagem, Júlio César Gonçalves, a categoria vai esperar até o dia 15, que foi o prazo que o secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, deu para que o repasse seja feito à OS e, então, os salários sejam pagos.
Após essa data, caso essa promessa não seja cumprida, os trabalhadores pretendem paralisar suas atividades e deixar apenas 30% do hospital funcionando. “A situação é absurda, nem o vale transporte foi depositado, estamos sem salário, décimo terceiro e férias”, afirma.
Outros funcionários,...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)