Perri manda para 7ª Vara processo da Operação Polygonum; dois soltos


Orlando Perri
Gazeta Digital
O desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), remeteu para a primeira instância o processo proveniente da Operação Polygonum, por fraudes no Cadastro Ambiental Rural (CAR) da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema).  
Leia também - Secretária busca retomar credibilidade após prisões
A medida foi estabelecida levando em conta que o então secretário André Luis Torres Baby, réu no caso, foi exonerado, inexistindo personagens com foro privilegiado. O processo deve ser remetido para a 7ª Vara Criminal.   
A decisão revogou ainda as prisões preventivas decretadas contra o ex-superintendente de Regularização e Monitoramento da Sema, João Dias Filho e Brunno Cesar de Paulo Caldas. Medidas cautelares foram impostas.   
A reportagem do #GD procurou o advogado de Brunno, identificado como Giovane Santin, mas ele não quis comentar o processo.  
Investigaçõe...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)