Maioria dos feminicídios em SP ocorre em casa e com arma branca


Muitos casos não considerados para registros de feminícidio
Elizabeth Paik/04.8/2017/Futura Press/Estadão Conteúdo
A SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) registrou 119 casos de feminicídios entre janeiro e novembro de 2018, um aumento de 26% em relação aos 94 casos registrados no mesmo período em 2017.
Um estudo feito pelo MP-SP (Ministério Público de São Paulo), baseado nas denúncias, traçou um perfil dessas ocorrências: dois em cada três casos ocorre na casa da vítima, a separação é o principal motivo e as armas brancas (facas, canivetes etc) são usadas em 60% dos assassinatos.
Leia mais: Interior de SP já contabiliza 5 feminicídios no início de 2019
Além disso, o estudo indica que muitos casos são enquadrados em outros crimes, que não o feminicídio. Embora a maior incidência de morte nos registros seja decorrência de questões de relacionamentos amorosos, há feminicídios que atingem mães, irmãs, cu...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)