Em nota, Instituto Gerir denuncia dívida do Estado com organização


SES alega que repasses têm sido feitos e são suficientes para o término do contrato
Jornal Opção
Jornal Opção
Foto: divulgação
Em nota, o Instituto Gerir, organização social que era responsável pela administração do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) desde 2012, e do Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin), fez uma denuncia dizendo que chega ao fim do contrato com dívida de mais de R$ 50 milhões.
No texto, o instituto denuncia repasses mínimos do governo de Goiás e exige pagamento de R$ 21 milhões, que a administração do Estado se recusa a pagar por “descumprimento de metas por parte da OS”. Segundo a organização, os recursos que dispõem hoje só são suficientes para o pagamento de impostos que serão usados para esta finalidade, sob pena de prática de crime fiscal.
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) disse, em resposta, que a Gerir tem recebido repasses, “inclusive um de R$ 4 milhões, realizado no i...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)