Homem que matou jovem durante calourada é condenado a 19 anos


Lourenço foi condenado em segunda instância
Reprodução RecordTV Minas
O Tribunal de Justiça confirmou a condenação do soldador Pedro Henrique Costsa Lourenço a 19 anos de prisão, no regime fechado, pelo assassinato do universitário Daniel Adolpho de Melo Vianna e tentativa de homicídio contra outro estudante, em agosto de 2015, durante uma calourada num bar em frente ao câmpus da PUC Minas no Coração Eucarístico, região Noroeste de Belo Horizonte.
A decisão, na prática, mantém a sentença do Júri. O réu, atualmente com 32 anos, se desentendeu com uma das vítimas na fila do caixa do bar. Segundo o processo, Vianna, que morreu aos 22 anos, esbarrou acidentalmente no atirador, que ficou irritado.
Vianna perdeu a vida aos 22 anos
Reprodução RecordTV Minas
Diante dos berros e reclamações do condenado, a vítima disse que não entendia aquela reação.
Lourenço, então, sacou uma arma e atirou no rosto de Vianna. O atirador ten...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)