Violência doméstica expõe filhos de vítimas a fogo, surra e abuso sexual


Atacada pelo ex-marido, Adriana é uma das 193 mil mulheres vítimas de violência
Edu Garcia / R7
O fogo se alastrou rapidamente pelo lençol e fez Adriana Silva*, de 34 anos, despertar apavorada para salvar os dois filhos pequenos que dormiam com ela. “Lembro como se fosse hoje daquilo. Peguei um cobertor, joguei por cima e quando abriu uma brecha tirei eles de lá”, diz.
Atacada pelo hoje ex-marido, Adriana é uma das milhares de mulheres vítimas de violência doméstica no país. De acordo com números do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 193 mil mulheres registraram queixas de agressões sofridas dentro de casa em 2017. Em média, 530 mulheres acionam a Lei Maria da Penha por dia — ou seja, 22 vítimas por hora. Em relação ao feminicídio foram registrados 1.133 casos no ano passado, considerando que se tratam de crimes com alto índice de subnotificação. 
O que esses números não mostram, porém, é uma das faces mais graves dessa...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)