TCE suspende contrato de locação e aplica multa em ex-secretário


Julio Modesto
Gazeta Digital
O Tribunal de Contas (TCE) julgou procedente denúncia de irregularidade em contrato de R$ 551 mil firmado pela Secretaria de Gestão de Mato Grosso (Seges) e declarou a inidoneidade da empresa Sal Aluguel de Carros Ltda, para suspendê-la de contratos e possível  participação em licitação e impedi-la de contratar com a Administração Pública pelo prazo de dois anos. O exame também resultou na aplicação de multas ao ex-secretário Júlio Modesto, à pregoeira, Cilbene de Arruda Velo, além da empresa.    
Leia também - Mendes pede responsabilidade aos servidores e diz que greve prejudicará ainda mais MT
A denúncia foi feita pela empresa Previdor Turismo Ltda em razão de supostas irregularidades no Pregão Eletrônico nº 34/2015/Seges, que declarou a Sal Aluguel de Carros vencedora em dois lotes do certame, embora a empresa estivesse , em tese, impedida temporariamente de participar de licitações e de contrat...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)