Apesar de lei, doula é proibida de acompanhar gestante em parto em SP


Associação de Doulas do Estado de São Paulo fez postagem em março questinando sobre a probição na maternidade Amparo Maternal (Foto: Reprodução/Facebook)
Uma doula, profissional que auxilia gestantes durante pré-natal e trabalho de parto, foi proibida de acompanhar uma paciente na maternidade filantrópica Amparo Maternal, na Zona Sul de São Paulo. O caso ocorreu no início de abril, quando o prazo de 90 dias concedido às instituições para se adaptarem a nova legislação já havia expirado. Em dezembro de 2016 o ex-prefeito Fernando Haddad sancionou a lei autorizando a presença das doulas nas maternidades públicas e privadas da capital paulista. A profissional de 31 anos, que prefere não ser identificada, afirma que, na ocasião, foi informada por funcionários da maternidade que sua entrada só seria permitida como acompanhante. Historiadora de formação, a jovem começou a atuar como doula no ano passado, após concluir uma especialização na ...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)