Gasolina da Petrobras volta a acumular queda no ano após novo corte


Por José Roberto Gomes e Stefani Inouye
SÃO PAULO (Reuters) - O preço médio da gasolina nas refinarias da Petrobras voltará a acumular queda no ano a partir de sábado, após a petroleira anunciar mais um corte no valor do combustível, para o menor patamar desde o começo de abril.
A companhia reduzirá a cotação do produto em 1,32 por cento, para 1,6734 real por litro. Trata-se do quinto recuo consecutivo e o décimo quarto desde meados de setembro, desconsiderando-se nesse período os dias em que o preço ficou estável.
Com o reajuste, o valor do combustível passa a apresentar queda de 1,18 por cento neste ano. Não é a primeira vez que isso ocorre em 2018, mas a inversão de agora se destaca por deixar para trás patamares recordes vistos há poucas semanas.
Em setembro, o preço da gasolina nas refinarias da Petrobras chegou a tocar uma máxima de 2,2514 reais por litro em razão da escalada do dólar e da forte alta das referências do petr...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)