Bolsonaro enviou telegrama de apoio a neto de Augusto Pinochet


Telegrama foi negado
Sergio Moraes/Reuters - 06.08.2018
O candidato à Presidência nas eleições 2018, Jair Bolsonaro (PSL), pediu, em telegrama enviado à Embaixada do Brasil no Chile, que fosse transmitida sua mensagem de solidariedade ao neto do general Augusto Pinochet, Augusto Pinochet Molina, após esse ter sido afastado do Exército por ter feito pronunciamento no sepultamento do avô.
Na mensagem, Bolsonaro afirma sua admiração por Molina não ter se curvado às "mentiras da esquerda" e fala do "saudoso" General Pinochet. O telegrama foi enviado à embaixada brasileira em 2006 e o pedido de Bolsonaro foi negado pelo Ministério das Relações Exteriores.
Bolsonaro inicia dieta branda e caminha fora do quarto, diz boletim
O recebimento do telegrama é relatado em uma mensagem enviada pela Embaixada do Brasil em Santiago de 2006, que está disponível no site de acesso à informação do governo federal, responsável por atender pedidos de info...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)