Para analistas, previsão reflete mudanças na reforma da Previdência


Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anuncia rombo maior nas contas públicas em 2018 (Foto: Reprodução/NBR TV)
A piora na estimativa para as contas públicas em 2018 já reflete um cenário mais pessimista após as mudanças autorizadas pelo governo na reforma da Previdência, sinalizando a tentativa de reforçar a aprovação das regras, avaliam economistas ouvidos pelo G1 nesta sexta-feira (7). O governo manteve a previsão de crescimento de 2,5% para a economia e aumentou de R$ 79 bilhões para R$ 129 bilhões a estimativa de rombo nas contas públicas no ano que vem, mas alegou que a revisão se deve a um atraso na recuperação das receitas, mesmo com a esperada retomada da economia. O anúncio foi feito um dia após o relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA), afirmar que fará modificações em cinco pontos da proposta. O presidente Michel Temer disse em seguida que as alterações não podem ser consideradas um rec...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)