Menina de 10 anos grava seu próprio estupro para que adultos acreditem em denúncia


Caso chocou a sociedade uruguaia e promotora pediu que ele sirva de alerta para que as crianças sejam escutadas com mais atenção
BBC BRASIL
"É algo que deve envergonhar a todos nós", disse a promotora uruguaia Mariela Nuñez sobre um caso de abuso sexual que chocou seu país: o de uma menina de dez anos que gravou os estupros a que foi submetida pelo pai de uma amiga para que os adultos acreditassem nela.
A menina costumava brincar e escutar música na casa da amiga da mesma idade, na cidade de Artigas, norte do Uruguai.
Segundo Nuñez, o pai da amiga "aproveitava momentos em que a esposa estava trabalhando, mandava a filha ao mercado para ficar a sós com a menina e começava a tocar suas partes genitais".
O abuso se repetiu diversas vezes ao longo de um ano, tendo sido testemunhado pela filha do abusador em alguns momentos, de acordo com as investigações.
Tanto que as duas meninas articularam juntas o plano de gravar os estupros.
"(A filha...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)