Andorra apura elo de políticos com Odebrecht


Odebrecht supostamente apresentava políticos a bancos europeus
Código19/Folhapress
Investigações conduzidas pelo Ministério Público de Andorra apontam que a Odebrecht apresentava políticos latino-americanos a bancos com os quais ela tinha relações especiais no principado. O objetivo é que eles abrissem, nessas instituições, contas que seriam usadas para receber dinheiro de propina em troca de contratos públicos em seus respectivos países.
Documentos confidenciais do processo em andamento em Andorra revelam que o esquema foi identificado e envolveu políticos do Peru, Panamá, República Dominicana e Equador. Os investigadores não descartam que o mesmo sistema tenha sido utilizado para depósitos em outros países.
O acordo de leniência fechado pela Odebrecht em dezembro de 2016 no Brasil, EUA e Suíça revelou como a construtora pagou propinas em diversos mercados latino-americanos, com esquema que o próprio Ministério Público da Suíça ...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)