TRT determina que Metrô-DF funcione com 90% da frota nos horários de pico


O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT10), desembargador Pedro Luís Vicentin Foltran, por meio de liminar, determinou que o Metrô-DF funcione com 90% da frota e dos empregados em atividade na empresa nos horários de pico, ou seja, das 6h às 10h e das 16h30 às 20h30, e com 60% nos demais horários, enquanto perdurar a greve que está prevista para começar nesta quinta-feira (9). Além disso, no domingo (12) – dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) –, o serviço deverá funcionar com 100% da frota e dos empregados. Em caso de descumprimento da decisão, o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do DF (SindMetrô) deverá pagar multa diária de R$ 100 mil.
“Considerando as peculiaridades do sistema metroviário, tais como, capacidade e localização das estações (algumas subterrâneas) e o fato de se tratar de transporte utilizado diariamente por milhares de pessoas, não há como ignorar que, ao...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)