Após saída do Estado Islâmico, cristãos voltam a celebrar o Natal em Mossul


Em meio aos esforços para reerguer a infraestrutura de Mossul após o fim de três anos de controle do Estado Islâmico, pinheiros de plástico adornados, papais noéis, bonecos de neve e outras decorações natalinas tomaram conta das ruas neste fim de ano. Para registrar o retorno do Natal, dos cristãos e da diversidade cultural da cidade iraquiana, Ali Al-Baroodi, um professor de 36 anos, decidiu fotografar o fenômeno, que não acontecia desde 2014.
"Costumávamos comemorar o Natal em Mossul antes de 2014. Mas agora as pessoas sentem uma obrigação moral de expressar sua solidariedade com os cristãos." - Ali Al-Baroodi Em entrevista por telefone ao G1, ele explicou que, no último sábado (16), reparou de repente no clima natalino na parte leste de Mossul, onde ele nasceu e onde vive. "Estava em um táxi e de repente vi árvores de Natal. Pisquei algumas vezes. Achei meio estranho ver aquilo de novo depois de tanto tempo. Então fui para casa, peguei a câm...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)