Congresso peruano rejeita impeachment do presidente


Presidente do Peru consegue se livrar de impeachment
Após quase 14 horas de sessão, o Congresso peruano não conseguiu votos suficientes para o impeachment do presidente Pedro Pablo Kuczynski por “incapacidade moral”. O processo foi aberto dias depois de a empreiteira brasileira Odebrecht revelar o pagamento de propinas milionárias a empresas ligadas a ele. Para o impeachment de Kuczynski, conhecido como PPK, eram necessários 87 votos dos parlamentares. No entanto, o plenário contabilizou 78 votos a favor da saída do presidente peruano, 19 contra e 21 abstenções.
O presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski apresenta sua defesa na sessão do Congresso na qual foi votado seu processo de impeachment, em Lima, na quinta-feira (21) (Foto: Reuters/Mariana Bazzo) Kuczynski sempre negou as acusações e disse que o processo foi baseado em uma mentira. Nesta quinta, antes da votação, ele apresentou sua defesa perante o Congresso. “Venho demonstrar minha i...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)