Advogado diz que conselhos de Moro à Petrobras colocam juiz sob suspeição em processos que envolvem a estatal


O juiz federal Sérgio Moro participou de debate na Petrobras
Imagem Marcelo Camargo/Agência Brasil - 30.03.2017
O advogado Cristiano Zanin Martins, que defende o ex-presidente Lula nos processos da Lava Jato, divulgou nota em que afirma que os conselhos que o juiz Sérgio Moro deu à direção da Petrobras nesta sexta-feira (8), durante um debate na sede da estatal no Rio, podem colocar o magistrado sob suspeição no julgamento das ações que envolvem a empresa.
Entre as medidas anticorrupção sugeridas por Moro à Petrobras, está a instituição de recompensa financeira para funcionários que denunciarem práticas ilícitas. Segundo o advogado de Lula, "em nenhum lugar do mundo seria aceitável que o juiz da causa fosse visitar uma parte para dar conselhos jurídicos a ela" —a Petrobras conta como parte interessada nas ações penais que tramitam em Curitiba.

"O discurso feito hoje pelo juiz Sérgio Moro na sede da Petrobras por si...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)