Palestino esfaqueia segurança israelense em Jerusalém


Soldados israelense prendem manifestante palestino
REUTERS/Mussa Qawasma 10.12.2017
Um palestino esfaqueou um guarda de segurança israelense na principal estação de ônibus de Jerusalém neste domingo (10), informou a polícia, e focos de violência irromperam perto da embaixada dos EUA em Beirute, após o anúncio de reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel.
Quatro dias de protestos nas ruas em territórios palestinos, após a declaração de Trump, na quarta-feira (6), em grande parte já diminuíram, mas a revogação da política norte-americana com relação a Jerusalém — uma cidade sagrada para judeus, muçulmanos e cristãos — trouxe mais advertências árabes de possíveis danos às perspectivas de paz no Oriente Médio.
"Nossa esperança é que tudo se acalme e que voltemos a um caminho de vida normal sem tumultos e sem violência", disse o Ministro da Defesa israelense, Avigdor L...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)