Bilhete aponta idosa de 69 anos como algoz do marido


Jéssica [email protected]
Uma mulher de 69 anos é suspeita de ter assassinado o próprio marido na M Norte, em Taguatinga. Ao lado do corpo do homem, de 65 anos, foi encontrado um bilhete supostamente escrito por ela, indicando a autoria do crime. Segundo a Polícia Civil, o caso foi denunciado pelo filho do casal, que encontrou o pai morto ao visitar a família.
A 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga) investiga o caso, ocorrido no sábado. Segundo o boletim de ocorrência, o filho do casal informou que, quando chegou na casa, chamou os pais, mas nenhum dos dois o recebeu. Estranhando a situação, ele pulou o portão e se deparou com o pai caído no quarto com ferimentos no pescoço, possivelmente de faca, já sem vida.
Jornal de Brasília
Jornal de Brasília
À polícia, o homem contou que encontrou um bilhete “aparentemente escrito pela mãe” em que ela confessaria ter cometido o assassinato. “Ela encerrava dizendo que iria...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)