IR 2018: Pai que ganha salário mínimo é considerado dependente?

Inclua todos os rendimentos que o dependente teve para não cair na malha fina

Arte/R7

Pergunta do internauta João

Meu pai é aposentado e recebe um salário mínimo por mês. Ajudo com praticamente tudo: plano de saúde, remédios, contas da casa. Posso incluí-lo como meu dependente e abater as despesas que tenho?

Resposta: Sim, pode.

De acordo com as regras da Receita Federal, os pais podem ser considerados dependentes na declaração do Imposto de Renda 2018 desde que não tenham rendimentos, tributáveis ou não, superiores ao limite de isenção anual, que é de R$ 22.847,76.

Como em 2017 o salário mínimo estava em R$ 937, os rendimentos do seu pai ficaram bem abaixo desse limite.

Se decidir incluir seu pai na declaração de Imposto de Renda, deverá também informar todas as suas receitas, o que pode não ser vantajoso. Aumentar a base sobre a qual incide o imposto pode fazer com que o contribuinte receba menos restituição ou pague mais imposto. Por isso, faça uma simulação incluindo o dependente e excluindo, para ver qual será a melhor maneira de prestar contas à Receita.

Se esquecer de incluir os rendimentos dos dependentes, provavelmente cairá na malha fina. Veja, a seguir, o que é possível deduzir na declaração e também as regras do IR 2018.

Se ainda tiver mais dúvidas sobre Imposto de Renda, economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso, envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail [email protected]

Curta no Facebook