Suspeito de matar ex-empregado e vender bebida falsa é assessor de Agaciel Maia

Um dos proprietários de uma casa de festas preso nessa sexta-feira (2) por suspeita de matar um ex-funcionário e falsificar bebidas é servidor comissionado do gabinete do deputado distrital Agaciel Maia (PR). A operação Casablanca, deflagrada nessa sexta-feira (2), resultou ainda na prisão de outras três pessoas, incluindo o irmão e sócio de Rivieliton Gomes de Araújo.

Investigações apontaram que os suspeitos compravam carregamentos de bebidas vencidas na Bahia e na Paraíba com o intuito de adulterá-las.

Leia mais: Esquema de falsificação de bebidas é descoberto durante investigação de homicídio

“A dupla também fabricava uma espécie de uísque caseiro para revender com rótulos de bebidas famosas. Além da casa de festas, as bebidas eram vendidas para uma distribuidora na QNN 19, em Ceilândia Norte”, informou o delegado responsável pelo caso.

Registros da Câmara Legislativa apontam que Araújo é contratado como assessor do deputado. Em janeiro, ele recebeu salário de 4.053,05. O deputado distrital informou que iria exonerar o servidor imediatamente.

The post Suspeito de matar ex-empregado e vender bebida falsa é assessor de Agaciel Maia appeared first on JBr..