Grande tempestade mata pelo menos cinco pessoas no Nordeste dos EUA

Por Scott Malone

BOSTON, EUA (Reuters) - Uma grande tempestade matou pelo menos cinco pessoas no Nordeste dos Estados Unidos na sexta-feira, e os ventos de 129 quilômetros por hora ajudaram a inundar as ruas de Boston, cancelando voos e interrompendo os serviços ferroviários.

    Quase 1,7 milhão de casas ou lojas ficaram sem eletricidade no Nordeste e na região Meio-Oeste, já que a tempestade castigou da Virgínia ao Maine. Até edifícios governamentais em Washington tiveram que fechar devido aos ventos de quase 100 quilômetros por hora na capital norte-americana.

    O mar invadiu as ruas costeiras de Boston pela segunda vez neste ano e, apesar de a água ter refluído um pouco pela tarde, o Serviço Meteorológico Nacional alertou que novas inundações podem ocorrer.    “Parece que ainda vamos ter pelo menos outras pequenas inundações costeiras, o que significa problemas para Boston”, disse Jim Hayes, meteorologista do Weather Prediction Center de College Park.

O serviço afirmou ainda que a neve e a chuva vão diminuir conforme o céu clarear, mas que ventos de até 80 quilômetros por hora persistirão durante este sábado.

    O governador da Virgínia, Ralph Norman, declarou estado de emergência, garantindo auxílio a comunidades atingidas por fortes ventos.

    O serviço meteorológico privado AccuWeather informou que a tempestade levou pelo menos 46 centímetros de neve a regiões dos Estados de Nova York e Pensilvânia.

None

    (Reportagem de Scott Malone e Ian Simpson em Washington; reportagem adicional de Barbara Goldberg, Alana Wise, Scott DiSavino e Gina Cherelus em Nova York, David Shepardson em Washington)