Após Facebook e Google, Twitter também proíbe anúncios de Bitcoin


Nova regra deve ser implementada em até 2 semanas
Regis Duvignau/Reuters
Depois das plataformas Google e Facebook, o Twitter também anunciou a proibição de anúncios e conteúdos relacionados a criptomoedas, como o bitcoin, para evitar "esquemas de fraude online".
Veja também
Moedas virtuais têm forte queda após Google
barrar anúncios
Moedas virtuais têm forte queda após Google
barrar anúncios
De acordo com rumores do site "Sky News", a nova regra será implementada em até duas semanas, e incluirá a divulgação de ICOs (Initial Coin Offering) e Tokens. Em janeiro, o Facebook já havia decidido banir todos os anúncios e propagandas que promovam criptomoedas.
A medida, segundo a empresa de Mark Zuckerberg, é um esforço para evitar que as pessoas anunciem "produtos e serviços financeiros frequentemente associados a práticas promocionais mentirosas ou enganosas".

Nos últimos dias, o Google também seguiu o ...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)