Garoto é resgatado após ficar três horas entalado em monumento

*Do R7 Um garoto teve que ser resgatado após ficar entalado num monumento nas proximidades de Wolverhampton, na Inglaterra. Max Morgan, 7, brincava com a irmã de esconde-esconde, mas, o esconderijo perfeito provou ser uma cilada! De acordo com o The Telegraph, ao tentar se esconder na construção, os joelhos de Max acabaram presos numa fenda. Jana, a mãe do garoto, entrou em contato com o marido para pedir ajuda e até enviou uma foto para ilustrar a situação bizarra. Socorristas foram chamados até o local, mas, devido à "complexidade do aprisionamento", eles precisaram acionar uma equipe especializada nesse tipo de resgate. O salvamento durou mais de três horas. A ideia era que Max fosse resgatado sem danificar o monumento, datado do século XIX. A equipe utilizou uma roda abrasiva na operação, uma espécie de ferramenta giratória com lixa nas extremidades. A família não culpou ninguém pelo incidente: "Se as pernas dele fossem 10 milímetros mais curtas, ele não teria ficado preso", analisou George, o pai de Max. "O monumento é escalado por muitas crianças. Max brinca nele desde os dois anos de idade", explicou o pai.  A família Morgan se ofereceu para pagar os danos causados. No entanto, o National Trust — organização de conservação na Inglaterra — não achou necessário e ficou aliviado em saber que Max estava bem após o incidente. Leia também: Bebê é abandonado dentro de caixa de sapato em ponto de ônibus Flanelinha quer vender ponto em rua de Maringá por R$ 2 mil Jovem dorme ao volante, capota carro e é ejetado