Enem 2018 tem queda de 18% no números de inscritos

As provas do Enem 2018 acontecem nos dias as provas de 4 e 11 de novembro

Agência Brasil

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou nesta terça-feria (29) uma queda de 18% no número de inscritos para o Enem deste ano. A edição 2018 recebeu 6.774.891 inscrições e tem 5.513.662 (81,3%) participantes confirmados para as provas de 4 e 11 de novembro. Em 2017, foram 7.603.290 inscristos e  6.135.418 de estudantes confirmados.

Para o Ministério da Educação, o número menor de inscritos é resultado das mudanças adotadas em parceria com o Inep para promover a inscrição consciente uma vez que nem todos comparecem nos dias das provas. Nos últimos cinco anos, a média de abstenção no Enem foi de 29%, gerando um prejuízo de R$ 962 milhões. 

Isenção

Esta é a primeira edição do Enem em que a solicitação de isenção da taxa de R$ 82 foi anterior à inscrição, e que os participantes que estavam isentos e faltaram tiveram que justificar a ausência para obter novamente a gratuidade. Dos 2.017.253 ausentes no Enem 2017, 83,8% estavam isentos. Dos 222.132 ausentes reincidentes, 92,7% não tinham pagado para fazer o exame. Apenas 4.345 conseguiram justificar a ausência.

A separação de isenção e inscrição permitiu a criação de um período de recursos. Assim todos os participantes com pedidos de isenção e justificativas de ausência reprovados tiveram uma segunda chance de apresentar documentos. 

Perfil dos participantes

A maioria dos dos inscritos confirmados são do sexo feminino: 59,1%. Os participantes com 18 anos representam 17% do total; os de 19 anos, 15,9%; e os de 20 anos, 10,5%. Aqueles com idade entre 21 e 30 anos representam 33,8% do total.

Em relação à situação escolar, 58,6% já concluíram o Ensino Médio; 29,7% é concluinte em 2018 e 10,6% concluirá após 2018, compondo o grupo dos participantes que fazem o Exame com objetivo de autoavaliação, os chamados “treineiros”. Desde 2017 o Enem não certifica o Ensino Médio, função que retornou ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). 

Sudeste e Nordeste concentram a maioria das inscrições, 37% e 33%, respectivamente. Norte e Sul têm 11%, cada, e o Centro-Oeste tem 8% dos participantes. São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro, Ceará e Pernambuco são os estados com maior número de inscritos.