Professores de 100 escolas particulares de SP suspendem aulas


Mobilização de Professores Privados atinge mais de 100 escolas e pode virar greve
Jonas Kauffman/A7 Press/Estadão Conteúdo
Professores de 102 escolas de São Paulo decidiram suspender as aulas nesta terça-feira (29) para se manifestar contra revisões dos direitos trabalhistas da categoria.
Às 14h, haverá uma assembleia no Sindicato dos Professores de São Paulo (SinproSP), na Vila Mariana, para decidir sobre a possibilidade de greve.
Em seguida, a categoria se reunirá com outros grupos na estação Santa Cruz do metrô e seguirá em passeata para a Avenida Paulista.
Professores particulares aderem à greve contra reformas e pais se revoltam
O impasse entre os funcionários e as instituições de ensino já dura cinco meses e tem como motivação o interesse do sindicato patronal em rever direitos estabelecidos em acordo coletivo vigente desde a década de 1990.
Entre os direitos reivindicados pelos professores, está o de manter os 30 dia...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)