São Paulo registra efeito raro no trânsito: zero de lentidão

Avenida Radial Leste, em São Paulo, sem trânsito e com veículos estacionados

Avenida Radial Leste, em São Paulo, sem trânsito e com veículos estacionados

Paulo Lopes / Estadão Conteúdo / 29.05.2018

Após o acordo entre caminhoneiros e governo federal, o trânsito em São Paulo, maior metrópole do país, registrou um efeito raro. A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) da Prefeitura de São Paulo informou zerode lentidão em todas as avenidas monitoradas na cidade na manhã desta terça-feira (29).

O normal para o horário das 10h tem variação entre 47 km a 75 km e o pico das 10h30 sempre apresenta lentidão entre e 51 km e 71 km. O rodízio municipal de veículos foi suspenso pela prefeitura até sexta-feira (1).

O efeito raro no trânsito paulistano encontra resposta na situação dos postos de combustível da cidade. De acordo com o Sincopetro (Sindicato Varejista de Derivados de Petróleo do Estado), apenas 5% dos 8.700 postos do estado receberam álcool e gasolina.

As filas ainda são grandes e a distribuição dos combustíveis é irregular. Para o Sincopetro, a situação deve estar normalizada em 10 dias, após o acordo firmado entre governo e representantes dos caminhoneiros. Entre os pontos negociados, estão a redução do preço diesel em R$ 0,46 nas bombas pelo prazo de 60 dias e a isenção da cobrança de pedágio dos caminhões que trafegarem com eixo suspenso.