A irresponsabilidade de quem propaga o caos no WhatsApp

Notícias falsas ajudaram a propagar o caos

Notícias falsas ajudaram a propagar o caos

Agência Estado/Franklin de Freitas

O WhatsApp assumiu um papel preponderante na divulgação de notícias nos dias de hoje. Até aí, tudo bem. Mas é preciso muito cuidado com o que se recebe e, sobretudo, com o que se compartilha.

Uma legião formidável de irresponsáveis ( para usarmos um termo educado ) aproveitou o nervosismo natural causado pela greve dos caminhoneiros para propagar o caos. Não se sabe com que interesses, provavelmente, escusos.

É preciso colocar a Polícia Federal na caça dessa gente. Que o peso da lei caia com força no cangote para que sirva de lição.

O risco de não se fazer nada agora é estimular que o mesmo aconteça no período eleitoral, quando as fake news podem ter um poder fenomenal, inclusive, capaz de decidir sobre o novo ocupante do Palácio do Planalto.

Ouça um dos áudios irresponsáveis compartilhados: