Famurs aponta que 73 cidades decretaram estado de calamidade pública


Greve dos caminhoneiros refletiu no desabastecimento e serviços públicos no interior do Estado Crédito: Guilherme Testa / CP Memória
Correio do Povo - Cidades

A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) apontou, na tarde desta terça-feira, que 73 cidades decretaram estado de calamidade pública em virtude da greve dos caminhoneiros. Em seu nono dia de paralisação, a crise do abastecimento também levou a 131 municípios a decretarem situação de emergência.
Os dados da Famurs ocorreram através de uma pesquisa com gestores de 380 das 497 cidades do Estado. Além das prefeituras que já decretaram calamidade (36%) ou emergência (64%), outras 106 podem vir a adotar estas medidas caso não haja normalização no abastecimento, revelou a Famurs.
Segundo o presidente da Famurs e prefeito de Rio dos Índios, Salmo Dias de Oliveira, o levantamento, concluído nesta terça, sinalizou que quase todas as a...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)