Ataques de Gaza fazem EUA convocar reunião na ONU 

Parte do sistema Iron Dome, instalada em Ashkelon

Parte do sistema Iron Dome, instalada em Ashkelon

Reuters

Uma reunião de emergência foi convocada na tarde desta terça-feira (29) pela missão dos Estados Unidos na ONU, para que o Conselho de Segurança da entidade analise os recentes ataques com foguetes e morteiros contra Israel, lançados pelo Hamas e pela Jihad Islâmica. As informações são do The Jerusalem Post.

Gaza: bombas são disparadas contra comunidades ao sudoeste de Israel

A embaixadora dos EUA na ONU justificou a decisão com base na intensidade das ações.

— Os recentes ataques de Gaza são os maiores que temos visto desde 2014.

Segundo ela, civis israelenses estão ameaçados com os ataques vindos da Faixa de Gaza.

— Os morteiros disparados por militantes palestinos atingiram a infra-estrutura civil, incluindo um jardim de infância. O Conselho de Segurança deve ficar indignado e responder a essa última onda de violência dirigida a civis israelenses inocentes e a liderança palestina precisa ser responsabilizada pelo que está permitindo ocorrer em Gaza.

Nesta terça, mais de 25 bombas-morteiros foram disparadas desde a Faixa de Gaza em direção a comunidades ao sudoeste de Israel, de acordo com as forças de segurança israelenses.

Mesmo sem relatos de vítimas, um dos morteiros caiu perto de um jardim de infância pouco antes que a escola infantil fosse aberta. A maioria dos explosivos foi interceptada pelo sistema de defesa israelense, denominado Iron Dome.

Várias cidades, como Sderot e Ashkelon estão em estado de alerta, com sirenes sendo acionadas com frequência.