Senado adia debate sobre buscas em imóveis de Cristina Kirchner


Caso deve ser debatido semana que vem
REUTERS/Martin Acosta - 9.8.2018
A ex-presidente e senadora argentina Cristina Kirchner obteve nesta quarta-feira o apoio do Senado, onde manteve a imunidade que impede a Justiça de confiscar algumas de suas propriedades como parte de uma investigação de subornos durante seu governo.
A Justiça tenta determinar se Cristina liderou uma ampla rede de corrupção que implicou políticos e empresas importantes, um escândalo que estourou neste mês graças às cópias de cadernos com anotações que o motorista de um dos acusados guardava.
Para registrar as propriedades da ex-presidente a Justiça precisa da chancela do Senado, que também deveria decidir se a privará de imunidade caso o juiz Claudio Bonadio, responsável pela investigação, peça a prisão da atual senadora no futuro.
Mas a Câmara Alta do Congresso não reuniu a quantidade necessária de parlamentares para tratar do pedido da Justiça.
Esta foi...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)