Relator da 2ª denúncia contra Temer se diz isento e critica delação da JBS


Bonifácio de Andrada se diz isento
Renato Araújo/Agência Câmara Notícias
Escolhido para relatar na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), 87 anos, se considera independente o suficiente para a missão, mesmo tendo votado contra a admissibilidade do primeiro pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República), em agosto. "Desde a primeira denúncia fiz um exame exclusivamente técnico, não fiz nenhum elogio ao presidente da República nem a ninguém."
Andrada voltou a criticar a delação premiada dos executivos da J&F, que baseia parte da nova denúncia. "Achei que o homem da JBS (Joesley Batista) deveria ser processado", reforçou.
Em agosto, a Câmara enterrou o pedido de investigação contra Temer por corrupção passiva. Agora, o tucano vai se debruçar sobre um pedido que inclui os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franc...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)