Apartamento com pedaços de corpos é encontrado pela polícia em Fortaleza

*Com informações do programa Cidade 190, da TV Cidade Fortaleza A Polícia Militar se deparou com uma espécie de ‘tribunal do crime’ na terça-feira (26), no Bairro Barroso, em Fortaleza. Um apartamento com pedaços de corpos, muito sangue e materiais de tortura foi encontrado durante uma patrulha na região. O local seria usado para torturar e assassinar integrantes da facção rival àquela que domina a região. Segundo informações, os agentes estavam fazendo uma ronda na Comunidade Babilônia II porque um dia antes um corpo foi achado dentro de um carro roubado e incendiado nas proximidades. Foi quando passaram pelo apartamento que fica no térreo e estranharam a porta aberta e logo na entrada já avistaram muito sangue. Chão, paredes, móveis e até o teto estavam ensanguentados. Um policial militar disse à reportagem do ‘Cidade 190’ que pelo cenário os verdadeiros moradores foram expulsos do lugar e  posteriormente ele acabou virando uma câmara de tortura. Pedaços de pele, orelhas, dedos e um pulmão foram encontrados sobre o tapete da sala, além de um facão sujo. A suspeita é que o ‘tribunal do crime’ era usado por bandidos da gangue Babilônia para matar membros da sua inimiga Gereba. Em outras ocasiões já foi denunciado à polícia que corpos eram desovados e enterrados no terreno. Comunidade Babilônia II A localidade é conhecida pela violência e a própria polícia admite que crimes são recorrentes por ali. O conjunto habitacional foi invadido e alvo de ocupação antes mesmo de sua construção ser finalizada. Leia também: Cães resgatados tinham sinais de espancamento e tortura Caso Tábata: delegado confirma abuso sexual antes do assassinato