Justiça decreta mais sete mandados de prisão no Rio


Rastro do conflito entre integrantes da ADA no Rio de Janeiro
Ellan Lustosa/22.9.2017/Código19/Folhapress
A Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão de sete acusados de torturar dois jovens da favela da Rocinha, na zona sul da capital carioca. Entre os mandados, está o de Carlos Alexandre da Silva, de 19 anos, que foi preso na manhã deste sábado (30). Com isso, subiu para 62 o número de mandados de prisão contra suspeitos na comunidade que vive um conflito entre líderes da facção criminosa ADA (Amigos dos Amigos) desde o dia 17 de setembro.
Dos 62 mandados, apenas 12 foram cumpridos.
Os jovens teriam sido agredidos na quinta-feira (28), segundo testemunhas, porque um deles usava um boné que dizia "Jesus Cristo é o dono do lugar", lema atribuído ao traficante Rogério Avelino, o Rogério 157, atual "dono" do morro. O ataque ao adolescente teria sido feito por comparsas de Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, que está preso em ...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)