Polícia fecha mil seções de votação e pais acampam em escolas na véspera de plebiscito de independência de região mais rica da Espanha


Defensores da independência da Catalunha acamparam nas escolas transformadas em seções eleitorais para garantir a consulta popular
Reuters
Cidadãos da região espanhola da Catalunha foram chamados para ir às urnas neste domingo (1º) para um plebiscito a respeito de uma possível separação da Espanha.
O governo regional catalão — controlado por separatistas — quer declarar independência da região se o "sim" vencer no plebiscito. Já o governo central espanhol considera a votação ilegal, e a Justiça ordenou sua suspensão.
Tanto que a polícia espanhola já prendeu, com autorização da Justiça, líderes catalães em uma tentativa de evitar o pleito, despertando protestos populares em diferentes cidades da Espanha.
Para tentar impedir a consulta popular, centros de votações e de contagem de votos estão sendo fechados pela polícia, que foi orientada a recolher urnas e cédulas.
O centro de telecomunicações da região também est...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)