Driblando a crise, baianos deixam emprego formal para apostar na indústria da moda

Tropical e neon, unidos, são a aposta pro verão de 2018

Tropical e neon, unidos, são a aposta pro verão de 2018

Divulgação

Dois baianos não tiveram dificuldade em driblar a famigerada crise financeira pela qual passa o Brasil. Identificando uma tendência no mercado de moda do estado, deixaram os empregos formais para se dedicar à elaboração de uma coleção de óculos esportivos

Os itens surgem com a ideia de explorar a diversidade, instigar a ousadia e propor a ideia de que, em se tratando de estilo, “tudo pode ser utilizado”. Responsável por vestir celebridades como Lorena Improta e Katê, o estilista que traz seu nome assinado nas peças, João Caldas, está empolgado com o resultado do Verão 2018. "As pessoas podem esperar uma coleção muito inovadora, cheia de cores e brilho", adianta.

São exemplos como o de Gabriel Dourado, um dos responsáveis pela criação do projeto, que dão ânimo à esta nova geração de empreendedores. “Cada cliente satisfeito, encantado, nos derrete!”, disse o empresário, animado com o desafio.

Leia mais do R7 Bahia, portal de notícias da RecordTV Itapoan