'Grande armação', diz Temer sobre áudios de advogado da JBS


Planalto divulgou nota nesta sexta-feira (29)
Darren Ornitz/Reuters - 20.9.2017
A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República divulgou nota nesta sexta-feira (29) afirmando que, a cada nova revelação das gravações acidentais dos delatores do grupo JBS, "demonstra-se cabalmente a grande armação urdida desde 17 de maio contra o presidente Michel Temer".
O Planalto compara as acusações contra Temer às feitas na época da inquisição e pede punição em "todas as esferas". "Não se pode mais tolerar que investigadores atuem como integrantes da santa inquisição, acusando sem provas e permitindo a delatores usarem mecanismos da lei para fugir de seus crimes. Cabe agora, diante de tão grave revelação, ampla investigação para apurar esses fatos absurdos e a responsabilização de todos os envolvidos, em todas as esferas", diz o texto.
Conforme revelou a revista Veja, conversas gravadas logo após uma reunião entre os ...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)