Roubos de celular atingem metade das ruas de São Paulo


Região central concentra casos, mas roubo de celular se disseminou pela cidade
Eduardo Enomoto/R7
Metade das ruas da cidade de São Paulo teve ao menos um roubo de celular registrado do início de 2016 até agosto deste ano. São cerca de 32 mil ruas afetadas por mais de 208 mil ocorrências de um dos crimes que atingem o morador da capital com mais frequência. Ainda que a região central tenha a maior incidência, o roubo do aparelho passou a ser considerado "democrático" por especialistas: deixou de ser característico de uma zona e hoje é notado em vias de todas as partes da cidade.
A disseminação desse delito ocorre em paralelo a uma estabilização do número de linhas de celular ativas no Estado, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os locais que concentram a maioria dos crimes variam de acordo com o horário do dia, seguindo a dinâmica da cidade. Com o dia claro, as vias que aparecem no topo dos registros são as grandes avenidas...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)