Nome de Aécio Neves é retirado da lista de senadores

Bancada de MG aparece só com 2 senadores

Bancada de MG aparece só com 2 senadores

Reprodução/Senado Federal

O Senado Federal retirou o nome de Aécio Neves (PSDB-MG) da lista de senadores em exercício presente no site da Casa. Com a retirada, o tucano passou a figurar na lista de "senadores fora de exercício" devido ao afastamento determinado pela 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal).

Com a exclusão do nome de Aécio, a bancada de Minas Gerais no senado aparece com uma cadeira vaga, composta pelos nomes de Antonio Anastasia (PSDB-MG) e Zezé Perrella (PMDB-MG).

A retirada do nome de Aécio acontece dois dias após a Secretaria-Geral da Mesa do Senado Federal receber a notificação sobre o afastamento do parlamentar.

Além de ser retirado da função de senador, o tucano deverá permanecer em casa durante a noite para cumprir a determinação da Suprema Corte. A decisão também impede o senador de sair do País ou entrar em contato com qualquer outro investigado do caso J&F. 

Aécio foi denunciado pela PGR (Procuradoria-Geral da República) pelos crimes de corrupção passiva e obstrução de investigação de infração penal que envolva organização criminosa.

O afastamento do tucano gerou muitos embates dentro do Congresso Nacional, que avaliaram a decisão como uma interferência do Poder Judiciário no Poder Legislativo. Agora, o Senado deve votar na próxima semana se mantém ou não Aécio afastado do cargo. Para que a denúncia seja rejeitada, é necessário o apoio de 41 dos 80 senadores remanescentes.

Mais Artigos...