Sob tensão e com confronto entre eleitores e polícia nacional, Catalunha realiza polêmico plebiscito de independência


Veja a galeria completa
Eleitores fazem fila para votar em Barcelona, na Espanha
REUTERS/Yves Herman
A população da Catalunha foi convocada para ir às urnas neste domingo (1º) para decidir sobre a independência da região mais rica da Espanha num polêmico plebiscito, que divide o país.
O governo catalão — controlado por separatistas — quer declarar independência em 48 horas se o "sim" vencer no plebiscito. Já o governo central espanhol considera a votação ilegal, e a Justiça ordenou sua suspensão.
Veja também
Feridos na Catalunha chegam a mais de 460, diz prefeita de Barcelona
A votação começou com um clima tenso e relatos de confronto. Para tentar impedir a consulta popular, centros de votações e de contagem de votos estão sendo interditados por homens da Guarda Civil e da Polícia Nacional. Os policiais foram orientados a recolher urnas e cédulas e a retirar, mesmo que à força, eleitores dos locais onde milhares são ...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)