Famílias restauram brinquedos achados em lixão para presentear crianças carentes

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp
Famílias que trabalham com reciclagem transformam lixo em presentes de Natal para crianças

Famílias que trabalham com reciclagem transformam lixo em presentes de Natal para crianças

Famílias que trabalham em um lixão de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, decidiram se unir para realizar sonhos de crianças carentes da comunidade. Como muitos não têm recursos para comprar presentes de Natal, o grupo começou a produzir, a partir de materiais recicláveis, brinquedos para fazer a alegria dos pequenos. Além disso, eles recuperam partes de bonecas, carrinhos e demais itens quebrados e os transformam em novos itens.

Uma dessas pessoas é Marcia Dias, que trabalha como catadora de lixo há três anos. Ela conta que recebe menos de um salário mínimo por mês e, com quatro filhos, não tem como comprar presentes nesta época do ano. Assim, ela encontrou nos brinquedos recicláveis uma forma de realizar os sonhos das filhas, Maria Eduarda, de 7 anos, e Maísa, de 3.

"Dói muito não poder comprar os brinquedos, porque eu não tenho condições de tirar no lugar de comprar um pão. Isso dói muito, então, o jeito é a reciclagem", afirma.

Maria diz que sonha em ganhar presentes novos, mas já mostra maturidade e entende que a mãe não tem condições financeiras. Assim, mostra com orgulho os brinquedos restaurados do lixão que tem em casa. "É porque algumas pessoas levam os brinquedos que não querem, ai ela [minha mãe] vai e pega no lixo", explica.

Já Maísa diz que ainda espera ganhar mais algumas coisas até o fim do ano. "Primeiro do Papai Noel, depois da mãe, depois do pai. Uma sandália, um brinquedo", disse.

Criança improvisa uma perna para uma de suas bonecas em Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Criança improvisa uma perna para uma de suas bonecas em Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Criança improvisa uma perna para uma de suas bonecas em Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Dificuldades

Claudiane Sousa, que também trabalha com reciclagem no lixão, diz que, nesta época do ano, fica ainda mais complicado encarar o fato de não poder presentear os filhos.

"É meio difícil não é, porque a gente tem essas crianças e elas pedem as coisas e a gente não pode dá. É uma dor muito grande", disse.

O desejo de Ana Lúcia Dias, de 10 anos, é ter uma bicicleta nova, já que a que ela tem está quebrada. "Para mim é muito triste porque eu sempre queria ter uma bicicleta e eu nunca tive", disse.

Lucas Sousa, que também trabalha no lixão, lamenta a falta de condições para presentear seus filhos, mas diz que encontra no ambiente de trabalho uma forma de recolher alguns brinquedos jogados fora para que as crianças possam brincar.

A Cooperativa dos Catadores de Lixo de Luziânia desenvolve uma campanha para arrecadar brinquedos. Quem quiser colaborar, pode ligar nos números (61) 3620-0098 (61) 3084-4343.

Crianças ganham brinquedos usados em Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Crianças ganham brinquedos usados em Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Crianças ganham brinquedos usados em Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Crianças têm vários brinquedos recolhidos no lixão de Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Crianças têm vários brinquedos recolhidos no lixão de Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Crianças têm vários brinquedos recolhidos no lixão de Luziânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

* Thalles Pereira é integrante do programa de estágio entre a TV Anhanguera e Unialfa (Centro Universitário Alves Faria), sob orientação de Elisângela Nascimento.

Veja mais notícias da região no G1 Goiás.