Limite de R$ 1 milhão do FGC só vale para contratos novos


Limite de R$ 250 mil por instituição fica mantido. (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)
Quem contratar investimentos a partir desta sexta-feira (22) já estará submetido ao novo limite de R$ 1 milhão de garantia contra eventual calote de banco estabelecido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) - associação sem fins lucrativos criada pelas instituições financeiras nos anos 1990 para proteger os investidores. O limite vale para um período de quatro anos.
Conheça os investimentos protegidos pelo FGC
Hoje, o FGC cobre até R$ 250 mil (valor mantido) por banco onde o investidor tem aplicação. De acordo com a nova regra, se o investidor tiver, por exemplo, aplicações em dez instituições diferentes (ligadas ao FGC), ele estará garantido em R$ 1 milhão - e não mais em R$ 2,5 milhões, como antes. "A razão dessa medida é que o sistema de garantia de depósito tem um custo para a sociedade. Os bancos estão contribuindo. O dinheiro precisa ser ga...


>>> Veja o artigo completo (Fonte)